Residências
Tratamento de piscina sem cloro
Publicado por Panozon
20 de janeiro de 2022

É possível tratar minha piscina sem cloro?

Resposta curta: se você possui uma piscina residencial, é possível substituir o cloro pelo ozônio + algicida de manutenção (devidamente registrado na Anvisa como saneante).

Resposta longa:

Vamos aos fatos: ninguém gosta de olhos ardendo, pele e cabelo ressecados, ou aquele “cheiro de cloro” quando usa a piscina. As cloraminas, resultantes da ação do cloro com os contaminantes da água, são as responsáveis pelos desconfortos na água. Quando ouvimos os clientes dizendo que querem remover o cloro, os dois principais motivos são:

  1. Remover o cloro para eliminar as cloraminas e seus desconfortos.
  2. Remover o cloro para reduzir os gastos com produto químico e/ou reduzir o trabalho de manutenção da piscina.
Piscina de academia

Quem nunca foi em uma piscina pública ou de academia e sentiu aquele “cheiro de cloro” ao entrar no local?

Função do cloro na piscina

Um bom tratamento de piscina conta com 4 requisitos:

  • Um pré-filtro, para tirar as partículas sólidas grandes;
  • Um filtro, para tirar as partículas sólidas pequenas;
  • Um oxidante, para eliminar as matérias orgânicas (suor, urina, bronzeadores etc.) e microrganismos;
  • Um desinfetante residual, para garantir a proteção da piscina enquanto a filtragem está desligada.

O cloro é famoso, pois ele faz a função de dois desses quatro requisitos. O cloro é tanto um oxidante quanto um desinfetante residual, garantindo a proteção da piscina em todos os momentos. Por isso que, nas últimas décadas, esse foi o tratamento que ficou mais conhecido.

Como posso eliminar o cloro da piscina?

Como explicado acima, o cloro realiza duas funções na piscina hoje:

  1. Oxida os contaminantes, e
  2. Mantém um residual para garantir a proteção 24 horas, 7 dias por semana.

Ou seja, precisamos substituir o cloro por produtos que realizem ambas essas funções.

Para eliminar o cloro, a opção mais simples é fazer a combinação de dois tratamentos: o gerador de ozônio Panozon e um desinfetante de manutenção registrado na Anvisa. Veja alguns exemplos de marcas neste post: Gerador de ozônio para piscinas: como funciona? Vantagens e desvantagens

O desinfetante mantém o residual e garante que sua piscina esteja protegida enquanto a água não passa novamente pelo ozônio.

Eu preciso eliminar o cloro da piscina para ter estes benefícios?

A resposta curta é: não. Uma piscina bem cuidada, utilizando ozônio Panozon e o cloro em conjunto, pode estar 100% saudável e sem desconfortos. O ozônio trabalha muito bem com ou sem o cloro.

Lembra das cloraminas, que explicamos mais acima? Elas são as responsáveis pelos desconfortos.

Mesmo que você continue usando cloro, o ozônio eliminará as cloraminas e você terá uma piscina sem desconfortos!

Quais as opções de tratamento para eliminar o cloro?

Já podemos adiantar e dizer que apenas o tratamento com ozônio permite substituir o cloro, pois só o ozônio faz o trabalho de ser um forte oxidante. Caso queira saber mais, você pode ver uma tabela de comparação completa dos tratamentos alternativos mais famosos aqui.

PS: é importante salientar que a manutenção de um residual de cloro é obrigatório por lei para piscinas de uso coletivo. Consulte a legislação em sua região para saber mais.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com nosso time de especialistas. Ficaremos contentes em te ajudar!

Você também pode gostar