Como o uso de ozônio torna a produção de jeans mais sustentável

Os jeans são uma peça de roupa clássica e versátil, mas a fabricação tradicional pode ter um grande impacto no meio ambiente. Felizmente, muitas empresas estão adotando tecnologias mais sustentáveis, como o uso de ozônio, para minimizar a pegada ambiental de seus produtos.

O ozônio reduz a pegada hídrica das peças de denim

Uma das principais vantagens do uso de ozônio na fabricação de jeans é a redução da pegada hídrica. Empresas como a Damyller e a Hering já utilizam a tecnologia para produzir jeans com uma pegada hídrica de até um copo, ou seja, um volume muito menor do que o necessário em processos de produção tradicionais. Isso é possível porque o ozônio permite que o processo de lavagem da roupa nova seja realizado com menos água.

O ozônio pode fazer a técnica de “stone washed” (estonagem) nos jeans

Por meio da água ozonizada, é possível desbotar o tecido do denim, malha, meia-malha e outros. Em paralelo, a água da própria máquina lavadora onde ocorre o processo é tratada, fazendo com que o efluente no final do processo seja apenas água clarificada e isenta de corantes.

O ozônio pode eliminar o uso de químicos

Outra vantagem do uso de ozônio na fabricação de jeans é a redução ou eliminação do uso de químicos, como o cloro. O processo de lavagem dos tecidos usa compostos que sujam bastante a água e esta água tem que ser descartada. 

No processo tradicional, pedras pomes são batidas na máquina para simular o processo de desgaste de cor da peça pelo uso. Já no caso do ozônio, por ser um oxidante e alvejante muito poderoso, ele faz o desbotamento e a lavagem das tintas sem afetar o tecido, e a água continua limpa, podendo ser reutilizada. Além disso, como o processo de lavagem é realizado com menos água, há uma redução no uso de produtos químicos para tratamento de água residuária.

Maior durabilidade e qualidade dos jeans

O uso de ozônio na fabricação de jeans também pode resultar em um produto de maior qualidade e durabilidade. Isso ocorre porque o ozônio é capaz de realizar o desbotamento e a lavagem dos jeans sem danificar as fibras do tecido, como pode acontecer com o uso de químicos agressivos. Isso resulta em um produto final de melhor qualidade e com maior vida útil.

Conclusão

O uso de ozônio na fabricação de jeans é uma tecnologia promissora para reduzir a pegada ambiental da indústria da moda. Diversas empresas já estão adotando essa tecnologia, inclusive no Brasil, como forma de reduzir sua pegada ecológica e alcançar o público mais jovem. Com o uso de ozônio, é possível reduzir a pegada hídrica, eliminar o uso de químicos agressivos e produzir um produto de maior qualidade e durabilidade.

Quer falar com nossos especialistas? Entre em contato conosco clicando aqui.

Continue explorando

Como funciona o ionizador de piscina
11 de abril de 2024
Alergia ao cloro na piscina: o que fazer
22 de fevereiro de 2024
Como tratar água de poço artesiano para consu...
19 de janeiro de 2024
Diferença entre gerador de cloro por sal e oz...
15 de dezembro de 2023