Qual usar primeiro: barrilha ou sulfato de alumínio? Tratamento de piscina

Quando o assunto é manter a piscina cristalina e pronta para o mergulho, muitos proprietários se deparam com um mar de produtos e recomendações que podem ser bastante confusos. Entre os mais comuns estão a barrilha (também conhecida como carbonato de sódio) e o sulfato de alumínio (também chamado de floculante ou decantador). Embora ambos sejam úteis para o equilíbrio químico e a clarificação da água, usá-los na ordem correta é vital para garantir que atuem eficientemente. 

Entendendo a Barrilha e Sulfato de Alumínio

Antes de decidirmos qual usar primeiro, é importante entender o papel de cada um desses químicos no tratamento da piscina.

Barrilha: A principal função da barrilha é aumentar o pH da água da piscina. Um pH equilibrado deve estar entre 7,0 e 7,4, e é essencial para que os outros produtos químicos, como o cloro e o sulfato de alumínio, funcionem corretamente. Você pode ler mais sobre correção do pH aqui.

Sulfato de Alumínio: O sulfato de alumínio é um floculante. Ele agrega as partículas microscópicas que turvam a água, formando flocos maiores que podem ser removidos mais facilmente pelo sistema de filtração ou decantação.

A Ordem Correta: pH Primeiro

Se a sua piscina está turva e você precisa usar ambos os produtos, qual usar primeiro: a barrilha ou o sulfato de alumínio? A resposta é clara: ajuste o pH antes de adicionar o sulfato de alumínio. Em outras palavras, você só deve utilizar a barrilha primeiro quando o pH estiver baixo. O sulfato deve ser utilizado com o pH entre 7,4 e 7,8.

A razão para isso é a eficácia do sulfato de alumínio: ele funciona melhor quando o pH da água está na faixa entre 7,4 e 7,8. Se o pH estiver muito baixo (ácido) ou muito alto (alcalino), o processo de floculação não será tão eficiente, e você pode acabar desperdiçando produto e tempo, além de potencialmente piorar a situação. 

Passo a Passo: Ajustando o pH antes da Floculação

  1. Teste o pH: Antes de adicionar qualquer químico, teste o pH da água com um kit de teste confiável. Lembre-se sempre de corrigir a alcalinidade antes do pH.
  2. Ajuste o pH: Se o pH estiver abaixo de 7,0, use a barrilha para aumentá-lo. Adicione o produto lentamente, conforme as instruções do fabricante, e aguarde o tempo recomendado para que se dissolva e se misture uniformemente na água. Se o pH estiver acima de 7,4, utilize um redutor de pH. Você pode ler mais sobre correção do pH aqui.
  3. Reavalie o pH: Depois de ajustar o pH e esperar o tempo necessário, teste novamente para garantir que está na faixa ideal.
  4. Adicione o sulfato de alumínio: Uma vez que o pH esteja ajustado, você pode adicionar o sulfato de alumínio para começar o processo de floculação. Siga as instruções do fabricante para a dosagem correta.
  5. Avalie o pH novamente: O sulfato de alumínio tende a baixar o pH. Ou seja, pode ser necessário corrigir o pH novamente após a utilização do sulfato.
  6. Deixe a piscina decantar: Após a floculação, permita que os flocos se assentem no fundo para então serem aspirados.

Conclusão

Lembre-se, manter a piscina limpa e equilibrada não é apenas uma questão de estética, mas também de saúde. O uso correto de barrilha e sulfato de alumínio, na ordem apropriada, é fundamental para assegurar que todos possam desfrutar de uma água limpa e segura. Assim, quando estiver em dúvida sobre o que usar primeiro, lembre-se: ajuste o pH, depois prossiga com a floculação, e então ajuste o pH novamente. Dessa forma, você estará no caminho certo para uma piscina perfeita.

Quer mais saúde para sua família? Um tratamento da água com ozônio é imprescindível.

Leia mais

Continue explorando

Como medir a geração de ozônio na piscina uti...
29 de abril de 2024
Como funciona o ionizador de piscina
11 de abril de 2024
Gerador de ozônio para piscinas: como funcion...
6 de abril de 2024
Alergia ao cloro na piscina: o que fazer
22 de fevereiro de 2024